Rodrigo Calixto

Senhor de Si

2017

Um pouco mais de oitenta anos separam o livro “Admirável mundo novo”, de Aldous Huxley, e
o trabalho do artista plástico Rodrigo Calixto. Contudo, o que une as duas obras, uma no
campo da literatura e a outra no campo das artes plásticas, é a intenção de Rodrigo em
materializar toda a narrativa atemporal do autor do livro.

Assim como Huxley, muitos autores emergiram com diferentes abordagens sobre a relação
das medidas tempo e riqueza. Até hoje são encontradas, ao longo de diferentes períodos,
discussões com questionamentos políticos, filosóficos, sociais e culturais acerca deste tema
que parece sempre acompanhar as civilizações e os seus desejos.

Porém, mesmo diante de diferentes opiniões, pode-se afirmar que a partir da Revolução
Industrial a relação entre tempo e riqueza adquiriu um significado social que avançou por todos
os períodos culturais, atingindo a contemporaneidade de tal modo que hoje, quase dois
séculos depois do apogeu da escravidão no mundo, discute-se um novo formato de servidão
forçada, ou pelo menos, de subserviência.

Senhor de si é uma obra que critica o contexto que abarca a relação de submissão, entre o ser
humano e os objetos e sentimentos ao seu redor.

Na formatação da obra, o artista escolheu criteriosamente diferentes elementos que pudessem
contribuir numa composição cujo o espectador torna-se parte fundamental do enredo. Assume,
por instantes, o próprio retrato daquela condição de ser, ou estar sendo, a própria crítica.

Os grilhões, banhados a ouro, despertam sentimentos e sensações contraditórias. Ao mesmo
tempo que existe a repulsa, causada pela memória de um objeto grotesco, o ouro também
impõe uma condição convidativa, de desejo. Cria uma tensão, um estranhamento que modifica
o olhar constantemente.

O espelho é a unidade que coloca o observador dentro da obra, personifica todo o enredo
proposto pela narrativa e inicia um processo de discussão e ponderação dos questionamentos
surgidos nesta interação. Afinal, somos mesmos senhores dos nossos caprichos?

    Ficha Técnica

  • Artista: Rodrigo Calixto
    Obra: "Senhor de Si"
    Ano: 2017
    Dimensões:
    Edição: 14 unidades + 2 P.A

    Materiais

  • Madeira, espelho, bronze, ouro e vidro

  • Técnicas

  • Fundição, douramento 18k, silk screen e marcenaria